Caminhos para a crise #2

Baal   brutalmente: – Mesmo se você se afogar com ratos nos cabelos, o céu lá em cima permanecerá resplandecente. Levanta-se com a xícara na mão. O céu é negro. Por que está assustada? Tamborila com os dedos na mesa. Temos que aguentar firme no carrossel. É maravilhoso. Vacila. Quero ser um elefante que mija no circo, quando nem tudo é bonito… Começa a dançar e cantar. Dança com o vento, pobre cadáver, dorme com as nuvens, Deus depravado! Vai cambaleando até a mesa.

(Baal, Bertolt Brecht)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s