A história de Sol Negro (Caetano)

Descobri esse fim de semana a história da música Sol Negro, uma das minhas preferidas do Caetano. Vale ler e ouvir ou ouvir e ler.

“Em meados de 64, quando recebeu o convite para organizar um show de música popular brasileira, na inauguração do Teatro Vila Velha, Caetano já sabia que podia contar com boa parte da turma de amigos que se reunia aos sábados na casa de Maria Muniz [atriz]. (…)

[João Augusto] Azevedo conheceu os irmãos Velloso no verão daquele mesmo ano, após uma apresentação do Teatro dos Novos, no ginásio de Santo Amaro da Purificação. O diretor ficou impressionado com Maria Bethânia, especialmente depois de ouvi-la cantar. (…)

Intitulado ‘Nós, Por Exemplo’, o show que ocupou o palco do Vila Velha, na noite de 22 de agosto de 64, tinha uma intenção bem definida: introduzir um grupo de jovens compositores, cantores e instrumentistas, em maior ou menor medida influenciados pela bossa nova, com pretensões de renovar a música popular brasileira. Provando que essa ambição não era descabida, o show acabou ofuscando todas as outras atrações da semana comemorativa. No dia seguinte, era o assunto das conversas nas faculdades e bares da cidade.

O número mais aplaudido da noite foi Sol Negro, uma espécie de canção-lamento que Caetano compôs especialmente para Bethânia e Gal cantarem juntas no show, explorando o belo contraste das duas vozes (esse mesmo duo foi incluído no primeiro álbum gravado por Bethânia, para a RCA, no ano seguinte).”

(Carlos Calado, Tropicália: a história de uma revolução musical)

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s